quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Pecado - Peça

Jovem: Nossa! Quem é você?

Luxo: Não interessa quem sou! O que interessa é essa roupa horrível que você está usando. Tá péssimo!

Jovem: Por quê? É uma roupa normal, como qualquer outra...

Luxo: Aí é que esta! Para fazer sucesso no mundo é preciso ter roupas bonitas, elegantes. Tem que ter muitas joias, dinheiro. Se você não tiver isso, vai continuar sendo uma ninguém, as pessoas não prestam atenção em você.

Jovem: Não preciso que ninguém preste atenção em mim!!!

Luxo: é, então duvido que, vestida desse jeito, você consiga arrumar um namorado. Vai se produzir, vai fazer qualquer coisa! Mas não fica desse jeito, e sai de parto de mim que breguice pega!

Jovem: É, acho que um batonzinho, um brinco, não faz mal a ninguém, aliás, to mesmo sem namorado!!!

Namoro: Oi, menina! Tudo bem?

Jovem: Tudo bem, e você?

Namoro: Comigo, melhor impossível. Se você soubesse o que eu fiz no sábado passado... fui pra uma festinha. Nem te conto o que aconteceu!

Jovem: O que? Conta logo que eu já estou curiosa!

Namoro: bom, Fui numa festa, e lá encontrei com um gato, lindo, maravilhoso e começamos a nos paquerar. Querida, não teve jeito! Saímos da festa e resolvemos dar uma voltinha. Olha, não deu outra! Agarrei o cara, ou foi ele que me agarrou... ah, tanto faz, sei que foi demais! Você tem que experimentar. No próximo sábado tem outra festa. Se você estiver afim de ir...

Jovem: Mas tem JA! E eu nem sei como vai ser essa festa.

Namoro: Que JA que nada! Vamos à festa, que eu te apresento um garoto lindo. Aí você sai com ele, e... Querida, te garanto que vai ser muito bom. Essa festa vai ser demais!

Jovem: Agora que decidi me produzir mais, vou pra essa festa sábado que vem e arrumo um namorado na certa!

Entra o drogado...

Vício: Que é que foi, cara? Tá afim? (oferece a droga para a jovem)

Jovem: Sei lá... O que é isso? Pra que isso serve?

Vício: O que, isso aqui, ah, você viaja... Você vê o mar, o céu, o mundo todo... É um barato... Experimenta?!? Tenho certeza de que não vai se arrepender.

Jovem: Ah, não sei se devo.

Vício: (fica paralisado)Ai, ai ai....

Jovem: que foi?

Vício: Não chega aqui perto!!!

Jovem: Mas por quê???

Vício: Areia Movediça, to no meio da areia movediça...

Jovem: Ta doido? Que areia movediça o que???

Vício: (começa se mexer) é mesmo! Aí passou! Nossa, muito louco, adrenalina pura!!! Vai, pega, é só um trago, não vai ti fazer mal.

A jovem aceita, experimenta e gosta. E começa a rodar...

A morte começa passar em volta da jovem.

Morte: Vamos! Vamos! Acelera as coisas para mim! Estou ansioso para levá-la ao meu reino.

Jovem: (assustada, a jovem começa a perguntar quem está falando) Quem é? Quem está falando, não vejo ninguém aqui? O que está acontecendo, comigo?

Morte: Você não pode me ver, mas pode apenas me ouvir. O que eu mais gosto nas minhas vítimas é esse desespero das horas finais. Mas vamos, (com bastante ironia) ande logo com isso que eu não tenho o dia todo, estou com pressa. Tente uma overdose. Você viaja muito mais e pode morrer logo também. Vamos lá, tome uma decisão, viver ou ...

A fala da MORTE é interrompida pela amiga.

Amiga: - Viver!!! É claro, e agora, dá o fora daqui.

Jovem: Nossa, o que aconteceu comigo???

Amiga: O pecado é assim mesmo, vem de pouco em pouco, e quando percebemos, estamos grudados nele!

Jovem: E por que a morte foi embora assim tão fácil?

Amiga: Por que nós é que escolhemos, de qual lado queremos ficar! Mas logo, logo ela volta pra atormentar, fique atenta!

Jovem: Obrigada, vou prestar mais atenção, e orar pra que Deus me ajude a diferenciar o bem do mal.

A amiga se despede e vai embora.

Jovem: (suspira aliviada) Essa foi por pouco!

As tentações voltam e uma a uma.

Luxo: (fala e sai) Eu não disse? Eu não falei? Continuou a mesma cafona de sempre. Não tem dinheiro, não tem poder, não tem nada. Só podia ficar deste jeito. Mas, que tal esse batonzinho, quer pra você?

Jovem: Não obrigada! Não preciso.

Namoro: (fala e sai) bobinha! Não conseguiu nem segurar aquele gato. Não vai arranjar namorado nunca desse jeito.

Jovem: Antes só do que mal acompanhada... isso inclui você!!!

Vício: (fala e sai) Pra que foi querer usar demais o "bagulho"? Não foi desse jeito que eu ti ensinei? Até eu sei que muito faz mal... É uma tonta mesmo, não vai entrar na onda nunca. Aceita um pouco dessa outra? Não faz tão mal???

Jovem: (vira as costas)

Morte: Morrer?!? Nem isso você sabe fazer direito. Quero mais é que você sofra muito aqui no mundo, pois o inferno será um consolo mais que "ardente".

Jovem: Mas não vou pra lá pra descobrir. Obrigada.

Conclusão

O pecado é muito perigoso, pois satanás nos tenta e nos faz cair aos poucos, e, quando menos percebemos, estamos grudado no pecado, longes de Jesus. Mas, nós temos nossos amigos, que muitas vezes nos mostram que estamos em caminhos errados e oram por nós, e nós sempre podemos contar com o perdão de Jesus, que nos desgruda completamente do pecado. E quando isso acontece, precisamos ficar vigilantes e orar muito pra não acontecer de novo, mas, se acontecer de pecarmos novamente, temos um advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a vítima de expiação por nossos pecados. E não só pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo. I João 2:1

Desconheço o Autor.